segunda-feira, 27 de julho de 2009

5-Your eyes are the size of the moon;

(Tom)
Cheguei em casa e fiquei de boa tocando e cantando The Used até a Jess começar a me encher o saco porque ela queria fazer seilá o que. Quando vi eram 10 horas da noite. Comi alguma coisa e dormi... Afinal a tortura ia começar amanhã de novo e eu tava morrendo de sono por causa do fucking fuso-horário.
Acordei, tomei banho e me arrumei. Tive que esperar a NOIVA da Jess se arrumar e como não tava com a mínima vontade de andar peguei o carro da minha mãe, já que o meu ficou em Londres.
Olhei meus horários e vi que a primeira aula era de música! Pelo uma coisa pra alegrar meu dia. Tava entrando na sala e vi que tinha outras pessoas com instrumentos entrando também. Por sorte eu encontrei a Anne.
-Anne, por que tem gente entrando com instrumentos na aula?
-Porque é aula de música Tom!
-Qualquer um pode trazer o instrumento?
-É, uai!
Quando ela disse isso, fui correndo pro carro pegar meu violão. Eu levei ele pra sala e entrei. Por sorte o professor não tinha chegado ainda
O Sr. Tics - não me pergunte, mas é que todo mundo chamava ele assim- entrou na sala e começou a dar “os bons dias” habituais de qualquer professor.
-Bom dia pessoal. Vejo alguns alunos novos por aqui!- Ele disse olhando pra minha cara, e eu pensei “fudeu, de novo!”, mas ele deixou passar. –Vejo também que todo mundo trouxe seus instrumentos, como eu sempre peço. Hoje eu quero fazer uma coisa que eu nunca fiz. Eu quero que cada um de vocês toque alguma coisa pra mim, no seu instrumento... Ou cante- senti o professor meio que piscar pra minha direção, olhei a Anne e ela piscou pro professor... Então ela canta? Uhm- E eu vou dar nota!
Daí começou os WTH? WTF? E aquela coisa.Depois que todo mundo acalmou ele perguntou quem queria ir primeiro. A sala ficou em completo silêncio mortal. Então veio a Anne sussurrando:
-Vai Tom!
-Ta louca? Bebeu o que no café-da-manhã?
-Vai, por favor? –E começou o migué. Ela ficou piscando os olhos que nem a Jess faz quando quer alguma coisa, e ela geralmente consegue quando faz isso. Continuei negando, e daí veio o golpe baixo: ela me abraçou. Sabe aqueles abraços pidões? Então, esse mesmo. Respirei fundo, e isso me quebrou, porque eu respirei o perfume dela, que me entorpeceu e me fez mudar de idéia sem querer.
-Ok, eu vou.
Levantei da cadeira e deixei ela com a maior cara de criança no Natal, que ganhou o carrinho da Barbie. O Sr. Tics ficou feliz em ver alguém em pé, e puxou um banquinho pra eu sentar.
XX

(Annie)
Ele sentou no banquinho e o Sr. Tics começou depois das apresentações:
-O que você toca Sr. Fletcher?
-Violão e piano.
-O que você vai tocar pra nós?
-Uma música que eu fiz, e o meu melhor amigo de Londres ajudou.Começou a tocar, um ritmo bem contagiante e alegre.


Everything she says to me means nothing/Even words of sympathy mean nothing/ I'm feeling down and I hate the sound of nothing /What's the point in hanging round for nothing /And I can't remember falling in love with you /This is agony /And you know you're putting me through /This misery taking every memory /Just tell me why this misery won't go away /How can we carry on this way/ I find it hard to hold a conversation /And being with her's just an aggravation/ I could stay but I haven't got the patience/ I'm sick of her pathetic explanations /That's why I've forgotten falling in love with you /This is agony /And you know you're putting me through /This misery taking every memory /Just tell me why this misery won't go away /How can we carry on this way /You'll never bring me down/ 'Cause I'm so far above you/ You think you're strong /But you're nothing to me now /And I hope you will be happy/ This time around /And I can't remember falling in love with you /This is agony/ Do you know you're putting me through /This misery taking every memory /Just tell me why this misery won't go away /How can we carry on this way.

(Nothing-McFly)


Quando ele terminou de tocar a sala inteira estava com a boca nos pés! Eu fiquei meio que em transe, nem reparei quando ele sentou de volta no meu lado. Só fui voltar à vida quando o Sr. Tics começou a bater palmas enlouquecidamente.
-E ai? Como é que foi?
-Foi... Foi... Er, maravilhoso. –Ele sorriu abertamente, pela primeira vez, e me contagiando pra sorrir de volta.
-Sério?
-Tom, você e seu amigo deviam ta fazendo turnês, e não na escola!Eu realmente achava aquilo! Meu, ele que escreveu aquela música, criou ela! ELE É FODA! Juro que eu parei ._.


continua....
n.a: Olha, desculpa a decepção! HAUEUA eu achei esse o capítulo mais chato ._. o mais sem graça! HAUHUE o próximo eu capricho!
aaah, quem quiser me follow no twitter : www.twitter.com/anacarolinabord :D tchau xus :*

Nenhum comentário:

Postar um comentário